Um grupo de pequenos produtores rurais de Camisão, distrito localizado no município de Aquidauana – MS, está unido pelo fortalecimento da agricultura familiar na região visando alavancar a produção agrícola e permitir novos horizontes de comercialização. Alguns agricultores já iniciaram o plantio das pimentas e esperam os primeiros resultados.

As pimentas produzidas são dos tipos malagueta, bodinho, biquinho e dedo de moça, úteis na fabricação de conservas e molhos. A maior demanda por essas pimentas são por parte de empresas de processamento e embalagem localizadas no próprio estado, por exemplo na cidade de Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul, embora haja demanda também para a comercialização direta com o mercado consumidor.

O cultivo da pimenta, por não exigir elevada tecnologia agrícola, apresenta vantagens ao pequeno produtor, pois mesmo com pequenas áreas, a intensificação da produção é resultado apenas do empenho dos produtores rurais nos tratos culturais, desde o preparo do solo e o plantio, até a colheita propriamente dita. A cooperação entre produtores permitem a ampla comercialização dos produtos colhidos no campo, tornando o preço competitivo e justo tanto ao produtor, como ao consumidor final.

A pimenta tem boa comercialização in natura, pois há uma grande demanda deste produto aqui no Mato Grosso do Sul e nos Estados vizinhos. Os preços pelas pimentas produzidas no distrito de Camisão ainda estão sendo discutidos entre os produtores e empresários do setor, os valores podem variar de R$ 5,00 à R$ 12,00 para cada 2L de pimenta fresca. Fortaleça a agricultura familiar, opte por produtos locais!

A Agricultura Familiar alimenta população!
Saúde e sustentabilidade na produção!

Fonte: Alércio Lima (via facebook)

Comentários